Vale a pena Abrir uma conta nos Estados Unidos? – Dicas & Valores

Vale a pena Abrir uma conta nos Estados Unidos? – Dicas & Valores

Abrir conta nos EUA é uma necessidade cada vez mais constante para muitos brasileiros. Os motivos para isso são variados, indo desde uma mudança para o país até investimentos feitos em aplicações estrangeiras. Seja qual for o caso, este é um assunto que gera bastante dúvidas e causa certa insegurança nas pessoas.

Nos últimos anos, o processo ficou um pouco mais fácil, graças à digitalização dos bancos e o surgimento das instituições totalmente nativas da internet. Mesmo sem residir no país, você pode ter uma conta nos Estados Unidos e, no caso de alguns bancos, sua conta pode ser aberta sem nem mesmo precisar estar presente.

Se você chegou neste conteúdo querendo solucionar suas principais dúvidas sobre a abertura de conta nos EUA, temos o que você precisa. Continue a leitura para entender mais detalhes sobre esse processo, além de saber como pode ser vantajoso.

Por que abrir uma conta nos EUA?

Os Estados Unidos são a maior nação do mundo e se orgulham muito disso, principalmente porque oferecem muitas oportunidades de investimentos e de retornos. O “sonho americano” segue vivo para muita gente, mesmo que nem sempre seja fácil conquistar, por exemplo, um visto de trabalho para seguir a vida no país.

Ainda assim, você pode ter investimentos por lá, assim como trabalhar como prestador de serviço para uma empresa de lá, muitas vezes remotamente. Independentemente da sua intenção, ter uma conta legalizada nos EUA é interessante por diversos motivos. Apresentamos alguns desses a seguir.

Imigração

É o desejo de muitos brasileiros e pessoas de todo mundo tentar a vida nos EUA. Por lá, não faltam oportunidades de emprego nas mais diversas áreas e, mesmo nas regiões mais caras, é possível viver com dignidade. A imigração, muitas vezes, é também uma forma de conquistar uma posição em que se possa ajudar familiares que ficam no Brasil.

Imigrantes não têm nenhuma dificuldade para abrir contas em bancos nos EUA, dos digitais até os tradicionais, em que é necessário estar pessoalmente na agência. Naturalmente, quem emigra para os EUA precisa ter uma conta bancária no país, evitando taxas de câmbio e facilitando o dia a dia com compras simples e outras aquisições maiores.

Diversificação de investimentos

À medida que a educação financeira se torna mais acessível, muito por conta de conteúdos que vemos na internet, os investimentos passam a ser um desejo de muitos. O que nem todos sabem, no entanto, é que não há necessidade de se limitar apenas a investimentos feitos no Brasil. Você pode, por exemplo, investir nos EUA.

É claro que você pode investir em empresas estrangeiras pela bolsa brasileira, mas uma opção interessante é fazer isso, mas diretamente na bolsa de valores americana. Do mesmo modo que seu aporte precisará ser em dólar, seus retornos também serão na moeda estrangeira. É muito interessante construir patrimônio em um país tão sólido e estável como os EUA.

Realizar compras no exterior

Para quem viaja constantemente, seja a turismo, seja a negócios, ter dinheiro em contas bancárias estadunidenses é uma necessidade, visando praticidade e custos reduzidos. Seu dinheiro estará sempre lá para quando você precisar, evitando também o uso de cartões de crédito no país, o que gera sempre o pagamento de altas taxas de câmbio e de IOF.

Portanto, quem está sempre nos EUA pode abrir uma conta no país e aproveitar toda a facilidade de ter dinheiro na moeda local sempre disponível. Assim, você pode comprar no débito ou fazer saques em caixa eletrônico sem ter que arcar com nenhum tipo de taxa que só deixaria as operações muito mais caras.

Fazer negócios

Investimentos estrangeiros podem também significar negócios, como abertura de empresas ou até mesmo aquisições de companhias estrangeiras. Seja qual for o negócio em questão, você precisará ter uma conta bancária no país de origem. Assim, é possível comprovar seus fundos no país e mostrar que há solidez financeira nas suas intenções.

Neste caso, sua conta-corrente pode demandar algumas especificações, visto que os valores envolvidos possivelmente serão de maior porte. É importante avaliar as condições e exigências junto a cada banco, considerando o tipo de negócio que você fará. O importante mesmo é que não há nenhuma restrição nesses casos.

Comprar dólar comercial

Uma das vantagens mais interessantes ao ter uma conta em um banco nos EUA é a possibilidade de compra do dólar com vantagens significativas. Geralmente, a moeda é adquirida em bancos brasileiros ou por meio de agências de câmbio. Em ambos os casos, o pagamento de taxas é necessário, deixando a operação muito mais cara.

Por aqui, o que você consegue adquirir é a moeda de turismo, que sempre tem um valor mais alto, além das taxas citadas. Agora, quando sua conta é dos EUA, você pode comprar o dólar comercial, que sempre tem um valor mais baixo do que o câmbio de turismo. Por si só, essa é uma incrível vantagem de ter uma conta bancária nos EUA.

Como abrir conta nos EUA?

Tudo que você precisa para abrir uma conta bancária nos EUA é uma identificação como pessoa. Se você é um imigrante legalizado e tem residência no país, sua conta pode ser aberta com seu documento de identificação local. Agora, se você está apenas passando um tempo lá, seu passaporte é o suficiente para identificar você e abrir a conta.

É importante destacar também que há duas formas de fazer essa abertura de conta. A primeira é a presencial, obrigatória para alguns bancos tradicionais que, geralmente, são os maiores do país. São contas comuns como as que sempre existiram.

Agora, se você quer uma conta digital, consequentemente pode fazer a abertura de qualquer lugar do mundo, sem precisar comparecer a nenhum ponto físico.

É altamente recomendável que quem deseje abrir uma conta nos EUA se informe ao máximo sobre os requisitos de cada banco. Alguns vão pedir um número de documentos maior, inclusive solicitando um comprovante de moradia no país. Outros já são mais flexíveis e solicitam apenas um documento de identificação, que pode ser o passaporte.

Tudo vai depender do tamanho do banco e do tipo de conta que será aberta. De maneira geral, você consegue manter uma conta bancária nos EUA mesmo sem residir no país. Ainda assim, é importante entender quais são os detalhes envolvidos em cada solicitação.

Qual o melhor banco para abrir conta nos EUA?

Abrir conta nos EUA demanda também a escolha da instituição bancária que melhor atende aos interesses do cliente. A realidade é que por lá há uma lista relativamente grande de opções, facilitando um pouco as coisas. Você pode escolher desde grandes bancos com atuação global até os de menor porte, que também podem funcionar bem.

Bancos tradicionais

Os bancos tradicionais são as grandes instituições que, muitas vezes, são conhecidas por serem vistas em filmes, publicidades ou até mesmo nas agências que o turista vê nas ruas quando vai ao país. São instituições bastante seguras e que tentam ao máximo facilitar a vida de qualquer pessoa que deseja abrir uma conta por lá. 

Entre os principais bancos tradicionais estão:

  • Bank of America;
  • Wells Fargo;
  • Citi Bank;
  • JPMorgan Chase;
  • TD Bank;
  • Capital One.

BB Américas

Outra excelente opção é o BB Américas, uma instituição do Banco do Brasil com operação nos EUA. Uma das vantagens mais interessantes do serviço é que você pode abrir uma conta no país sem nem mesmo precisar sair do Brasil. A ideia é justamente facilitar o processo para brasileiros que desejam ter uma conta nos EUA.

Com uma conta no BB Américas, você pode receber pagamentos com maior facilidade, além de manter capital no país estrangeiro, seja para investimentos, seja para ficar à sua disposição. Ainda assim, é importante pontuar que o processo pode não ser tão barato como em outras opções de abertura de conta.

Ainda que seja simples abrir a conta, principalmente se você já for cliente do Banco do Brasil, é exigido um depósito relativamente alto. Para quem não tem conta no BB, esse depósito é de US$ 10 mil, enquanto correntistas do banco precisam arcar com US$ 3 mil para poderem abrir oficialmente uma conta nos EUA.

Bancos digitais

Os bancos digitais têm processos muito mais simples e exigem pouco trabalho para que alguém possa abrir uma conta estrangeira. Com essas opções, é também muito mais fácil realizar transferências, pagamentos para empresas dos EUA, além de depósitos.

Alguns dos bancos digitais que você pode escolher são:

  • Wise (antiga Transferwise);
  • Axos Bank;
  • Ally Bank;
  • Capital One 360.

O que é preciso para abrir conta nos EUA morando no Brasil?

Você pode abrir uma conta nos EUA mesmo morando no Brasil. Portanto, precisa atentar para a questão da presença no banco na hora de fazer o processo. Algumas instituições só fazem essa abertura presencialmente, então você precisará estar em viagem ao país, ou ir até os EUA somente para isso.

Há também a abertura de conta feita remotamente, ou seja, enquanto você está no Brasil. Essa é uma possibilidade mais flexível, mas que depende das diretrizes do banco em questão. Alguns oferecem, outros não.

Em qualquer uma das possibilidades, no entanto, você precisará ter alguns documentos e comprovantes que vão oficializar o processo. A seguir, listamos os principais e explicamos um pouco mais as razões para essas exigências.

Dados pessoais

Seus dados pessoais são fundamentais na hora de abrir uma conta. Afinal, o banco quer ter a certeza de que uma pessoa real está se tornando um cliente. Por isso, vai exigir de você o preenchimento de seus dados, desde nome completo, passando por número de identidade, passaporte e indo até seu endereço de residência, ainda que seja no Brasil.

De início, trata-se de um cadastro simples e pessoal necessário na contratação de qualquer serviço. Essas informações são importantes até mesmo para o caso de inadimplência, afinal, o banco precisará cobrar de você. Ao mesmo tempo, são dados simples e que você não terá nenhuma dificuldade em oferecê-los.

Identificação

O banco pode também solicitar um documento qualquer de identificação. Tendo em vista que estamos falando de uma conta bancária, é extremamente importante identificar adequadamente quem será o responsável por abrir e movimentar aquela conta. Para isso, é comum que os bancos peçam dois documentos de identificação.

Esses documentos, geralmente, são a carteira de motorista, passaporte e identidade, nunca os três juntos. Tudo vai depender da situação do correntista, considerando se ele tem a permissão de moradia nos EUA ou não. Quando não é o caso, é comum solicitar a habilitação e o passaporte, dois documentos com foto, para a identificação.

Depósito mínimo

Também é quase uma regra o depósito mínimo na abertura das contas, ou seja, é necessário aplicar um valor e deixá-lo na sua conta. O banco considera isso como uma atividade financeira, o que é fundamental. Esse valor, no entanto, está diretamente relacionado à instituição. Ou seja, pode variar de acordo com cada banco.

Portanto, é importante ter alguns dólares disponíveis na hora de abrir a conta, seja você alguém que está indo morar no país, seja uma pessoa que apenas deseja ter a conta. Diante da diferença de cotação do dólar para o real, se preparar financeiramente para esse depósito é uma estratégia inteligente.

Como fechar a conta nos EUA?

Sem muita dificuldade, encerrar uma conta é um processo nada burocrático. Você terá ainda menos trabalho do que na abertura, que por si só, já é bastante prática. Para isso, basta comunicar ao banco a intenção de encerrar a conta e, nesse momento, você poderá transferir seus fundos para outro banco, ou até mesmo sacá-lo.

Vale a pena abrir conta nos EUA

Como você conferiu ao longo deste conteúdo, abrir conta nos EUA vale a pena, simplesmente porque não é um processo complexo e você nem mesmo precisa morar no país. Atente apenas às taxas que cada instituição cobra e avalie cada caso de acordo com seu objetivo. Assim, você consegue ter o melhor serviço possível à disposição.

Como abrir conta nos Estados Unidos?

Se você é um imigrante legalizado e tem residência no país, sua conta pode ser aberta com seu documento de identificação local. Agora, se você está apenas passando um tempo lá, seu passaporte é o suficiente para identificar você e abrir a conta.

Quais as vantagens de abrir uma conta nos Estados Unidos?

– Imigração;
– Diversificação de investimentos;
– Realizar compras no exterior;
– Fazer negócios;
– Comprar dólar comercial.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts