Nacional

Ex-Polegar é atropelado por moto em SP após participar de comitiva de Bolsonaro

Ex-Polegar é atropelado por moto em SP após participar de comitiva de Bolsonaro – Global Notícias

O ex-polegar Alan Frank, 48 anos, foi atropelado por uma moto no último sábado (12), em São Paulo. Ele sofreu uma fratura na coluna sendo levado para o Hospital Israelita Albert Einstein. O artista participou do grupo que tomou café da manhã com Jair Bolsonaro na capital, mas não há informações de que ele estava na motociata que percorreu a cidade. O empresário teve alta no início da tarde desta segunda-feira (14).

Renan, filho mais velho de Frank, falou sobre o encontro do pai com Bolsonaro e do estado de saúde do ex-Polegar. “Ele foi, realmente, na comitiva de manhã e tomou café da manhã com o presidente. Mas não sei se ele foi para esse para esse passeio de moto. Acredito que não. Eu só recebi a ligação de que ele estava no hospital e fui direto para lá. Não tenho detalhes do acidente em si, só do estado de saúde dele”, declarou.

Segundo o herdeiro, o pai apenas andava de moto no sábado quando sofreu o acidente ficando internado do sábado (12) até esta segunda-feira. No hospital, o artista foi examinado e constatou-se que não precisará de cirurgia. Após o final de semana em observação, foi liberado para recuperação em casa. Em breve, deve iniciar fisioterapia.

“Mas ele ficou bastante preocupado. Principalmente, quando teve a notícia de que havia fraturado a coluna, que é coisa séria. Ele ficou com medo, que talvez pudesse ter sequela e não andar. Depois, ele passou com um especialista e um ortopedista e soube que era a fratura do processo transverso e que precisaria só de repouso. Agora ele está com bastante dor e inchaço. Mas está bem”, detalhou Renan.

Horas antes de ter alta, Frank foi às redes sociais falar sobre o acidente de moto. Ele também é médico, especializado em Oftalmologia, e deu detalhes da lesão que sofreu.

“Infelizmente, no sábado, eu sofri um acidente de moto. Uma moto caiu na minha frente e acabou me derrubando. Quando eu estava me levantando, uma outra moto que vinha atrás acabou me atropelando. Me machuquei bastante e fui socorrido para o Einstein”, iniciou.

“Sofri fraturas na coluna, na coluna lombar –L2, L3, L4–, uma fratura incompleta do processo transverso. Uma fratura semelhante à que Neymar sofreu quando levou uma joelhada nas costas. O tratamento é conservador, não precisarei de cirurgia. Mas dói bastante porque é a base de morfina e Tramal [analgésico], medicamentos bem fortes, e [estou] usando colete”, contou.

Frank deverá ficar afastado do trabalho por algum tempo — ele tem uma clínica de oftalmologia em Alphaville, na Grande São Paulo. No ano passado, o ex-Polegar ficou quase um mês internado após testar positivo para a Covid-19. Com quadro grave, ele ficou na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) sendo intubado na luta contra o coronavírus.

Em sua internação, o oftalmologista foi às lágrimas ao relatar o sofrimento que o vírus lhe causou. Quando, finalmente, se viu curado da Covid-19, declarou que havia vencido uma “guerra” após “muito sofrimento, muitas picadas, dor, medo, luta e orações”.

Leave a Comment